Após chuva, Prefeitura estima 100t de entulhos pelas ruas de Campinas

0
412

Até as 9h30, 12 mil clientes da CPFL permaneciam sem energia elétrica.Segundo a Defesa Civil, foram registradas 75 quedas de árvores e 2 muros.

As ruas de Campinas (SP) amanheceram nesta quarta-feira (9) tomadas pelos entulhos que sobraram da tempestade que passou pela região nesta terça. A Prefeitura criou uma força-tarefa e estima que haja 100 toneladas de material, incluindo, árvores, galhos, folhas e sujeira pela cidade. De acordo com a Defesa Civil, a cidade não tinha uma tempestade desta magnitude há pelo menos dois anos. Segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), até as 8h, a chuva acumulada em 24h era de 54,8 milímetros.

Segundo a CPFL Paulista, até as 9h30 desta quarta-feira, 12 mil clientes na região de Campinas, 22 mil na região de Americanax e 11 mil na região de Piracicaba permaneciam sem energia elétrica. Durante o pico do temporal no fim da tarde de terça, 274 mil tiveram interrupção no abastecimento de energia elétrica. Segundo a empresa, todas as equipes estão mobilizadas para reestabelecer o abastecimento aos clientes afetados.

População registra chegada de temporal na região de Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)População registra chegada de temporal na região
de Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)

De acordo com a Defesa Civil, a região Leste da cidade, do distrito de Sousas e Joaquim Egídio, foi a mais afetada. Em toda a cidade, houve registro de 75 quedas de árvores, dois desmoronamentos de muros e dez pontos de alagamento. Apesar dos estragos, não houve nenhuma vítima e nenhuma família precisou ser deslocada de área de risco.

A Prefeitura de Campinas informou que 150 homens da Secretaria de Serviços Públicos estão nas ruas para fazer a limpeza da cidade. Segundo a assessoria de imprensa, a meta é concluir ainda nesta quarta a remoção das cerca de 100 toneladas de lixo. Para isso, serão usados 15 caminhões das subprefeituras mais cinco do Departamento de Limpeza Urbana.

Cinco equipes da Defesa Civil foram deslocadas para cada uma das regiões da cidade. A Prefeitura também está em contato com as administrações regionais.

Ventania e reflexos
A maior parte dos estragos foi causada pela ventania, já que as rajadas chegaram a 98 km/h. As quedas de energia também são creditadas aos ventos pela CPFL. Na Vila Joaquim Inácio, por exemplo, o vento derrubou uma árvore que caiu sobre a fiação elétrica e deixou o bairro escuro.

Em Campinas, o teto de uma sala de aula não suportou a força da chuva e caiu parcialmente, no momento em que uma telespectadora da EPTV registrava em vídeo a “cachoeira” que se formava pela lâmpada pelo vazamento da lâmpada.

No Centro, próximo ao Bosque dos Jequitibás, uma árvore caiu sobre um ponto de ônibus, que ficou completamente destruído. Por sorte, não havia ninguém no local e não houve feridos.

Temporal derruba árvores sobre ponto de ônibus em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)Temporal derruba árvores sobre ponto de ônibus em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)

 

Fonte: G1 – Após chuva, Prefeitura estima 100t de entulhos pelas ruas de Campinas – notícias em Campinas e Região