Boemia, história e boa gastronomia fazem de Joaquim Egídio bela surpresa

0
531

Veja guias de destinos nacionais e internacionais, roteiros para todos os estilos de viajantes e as melhores dicas para aproveitar suas férias!

ARDO VESSONI
Colaboração para o UOL, de Campinas *
Ampliar

Boemia, história e boa gastronomia fazem de Joaquim Egídio surpresa turística em SP

Localizado em uma área anexa da Fazenda das Cabras, o Centro Jaguatibaia de Educação Ambiental e Restauração Florestal abriga um viveiro que produz 102 espécies nativas para restauração de áreas degradadas, em Joaquim Egídio, em Campinas Leia mais Eduardo Vessoni/UOL

As cenas até parecem tiradas de algum livro antigo: senhoras sentadas em frente ao portão de ferro com as compras do armazém ainda em mãos; ruas de terra ou paralelepípedo que recebem alguns poucos automóveis; e crianças que brincam do lado de fora de casa, despreocupadas com o movimento inocente da região.

GASTRONOMIA E VIDA NOTURNA

Bellini – Considerado um dos melhores de Campinas, esse restaurante anexo ao Vitória Hotel possui um cardápio desenhado, exclusivamente, para os amantes da cozinha italiana com um toque mediterrâneo. Os pratos, assinados pela chef Cristina Róseo, são preparados com massas fabricadas na própria casa e podem vir acompanhados de peixes e frutos do mar. Na sobremesa, não deixe de provar a goiabada cascão gratinada com requeijão. A arquitetura com colunas de tijolos a vista e teto envidraçado também são destaque do local. Via Norte-Sul, 425 – Cambuí (Campinas) – Tel: (19) 3755-8027www.belliniristorante.com.br
Estação Marupiara – Sem dúvida, essa é uma das surpresas gastronômicas mais agradáveis de Joaquim Egídio, não só pelas coloridas opções do cardápio, cuja especialidade são os frutos do mar, mas também pela atmosfera brasileira desse bistrô. Localizado em uma casa tombada ao lado da antiga estação de trem, o local é comandado por uma ex-engenheira que o decorou com cadeiras de junco da Bahia, mesas de madeira de demolição, bonecas de barros trazidas de Tiradentes, toalhas de chita e bordados rechilieu de Maceió. Durante o dia, mesas ao ar livre são procuradas por famílias e grupos de amigos; enquanto a noite é propícia para casais que buscam um ambiente mais sofisticado em uma área fechada e mais reservada. Qui. e sex. (jantar); sáb. (almoço e jantar); e dom. (almoço) Rua Manuel Saturnino do Amaral, 29 (Joaquim Egídio) – Tel: (19) 3298-6289www.estacaomarupiara.com.br
Vila Paraíso – O destaque desse estabelecimento isolado do centro de Joaquim Egídio é, justamente, sua localização privilegiada: uma área de 22 hectares dentro de um bosque de Mata Atlântica onde se pode fazer caminhadas curtas ou levar as crianças para um pequeno parque infantil. Massas e peixes, como robalo e abadejo, são as especialidades desse restaurante italiano que funciona no local há dez anos. A caipirinha com limão siciliano, lima da pérsia e manjericão é a novidade da casa. De qui. a sáb. (almoço e jantar) e dom. (almoço) Rua Heitor Penteado, 1716 (Joaquim Egídio) – Tel: (19) 3231-7287 / 3298-6913www.restaurantevilaparaiso.com.br
Bar do Marcelino – A calçada estreita do centrinho de Joaquim Egídio, protegida por uma lei local que impede o uso de mesas e cadeiras do lado de fora dos estabelecimentos, foi inspiração suficiente para o dono desse bar de 22 anos criar um dos maiores ícones da boemia local: os caixotes de laranja que servem como mesa e cadeira para os clientes que ficam na área externa. Sentar-se sobre uma dessas caixas de madeira e ver o mundo passar na pacata avenida central da cidade é uma das experiências visuais mais interessantes da região. Durante o dia, o local é procurado por famílias e casais que se deliciam com a ‘culinária de vó’, como define o próprio dono, o falante e divertido Jaime Marcelino; a noite é reservada para jovens e boêmios de todas as idades. Pratos caseiros como a tríade arroz-feijão-bife e as disputadas porções de pimenta dedo-de-moça empanada e recheada com carne moída são os destaques da casa. Às sextas e sábados, os clientes são recebidos com música ao vivo. De ter. a dom. (almoço e jantar) Rua Heitor Penteado, 1113 (Joaquim Egídio) – Tel: (19) 3298-6909 www.bardomarcelino.com.br
Casa Rio – A imensa fila que costuma se formar do lado de fora chega a desanimar, mas o clima no interior dessa casa noturna de Sousas costuma empolgar ao longo da noite, sobretudo para os amantes de samba de raiz. Inaugurado em 2008, esse local, decorado com caricaturas de mestres do samba pintadas pelo cartunista Bira Dantas comporta até 600 pessoas e recebe um público variado formado por jovens e casais de meia idade. As noites de quinta e sábado são animadas por duas bandas diferentes que tocam clássicos como Cartola, Noel Rosa e Clara Nunes. O cardápio é conhecido pela feijoada servida no almoço acompanhada também de música ao vivo (samba, naturalmente). Os mais tímidos (ou desajeitados) contam com a ajudinha providencial do Pipoca, um ex mestre-sala que, além de garçom, tira moças (e até alguns rapazes) para entrarem no samba. Av. Antônio Carlos Couto de Barros, 1382 (Sousas) – Tel: (19) 3258-3645 www.barcasario.com.br
Kindai – Instalado em Campinas desde 2003, esse restaurante japonês ficou conhecido por seu buffet montado no almoço e pela discotecagem de um DJ no jantar. A decoração oriental é outro dos destaques da casa. Via Norte-Sul, 425 – Cambuí (Campinas) De ter. a dom (almoço e jantar) – Tel: (19) 3755-8027 www.kindai.com.br

Esse é o cenário encontrado pelos que visitam Joaquim Egídio, um agradável e inspirador distrito vizinho a Campinas, a 100 km de São Paulo. Construções do final do século 19, estradas e pontes férreas, e fazendas dos senhores do café são alguns dos registros históricos do antigo ciclo cafeeiro local que fazem o visitante esquecer que se encontra próximo a um dos municípios mais populosos e ricos do Brasil.

Joaquim Egídio, que assim como a vizinha Sousas forma esse roteiro histórico a 20 km de Campinas, é resultado do comércio cafeeiro que, no século 19, começava a crescer no interior paulista. O Ramal Férreo Campineiro estabelecido em 1889, cujos resquícios ainda podem ser vistos em ambos os distritos, foi um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento local.

Sousas, uma espécie de ‘mini Campinas’ com boa concentração de serviços, é ideal para quem procura o agito noturno das concorridas casas noturnas locais com estilos musicais para todos os gostos. Se você já está acostumado a esse ritmo em cidades grandes como São Paulo, não invista tanto tempo e siga até Joaquim Egídio, esse sim um reduto de boêmios e gente que busca a tranquilidade de um povoado charmoso que ainda preserva seu casario histórico.

O roteiro gastronômico de Joaquim Egídio inclui a rua Heitor Penteado, via principal de paralelepípedos que concentra os bares locais mais famosos e segue pela área rural com seus restaurantes típicos de fazenda e culinária caprichada. Nos meses de inverno, o distrito abriga o Empório Gastronômico, um interessante roteiro que une observação de constelações e jantar em um dos restaurantes participantes.

No entanto, a região vai bem além da imponência das fazendas e do agito dos bares descolados e surpreende o visitante com um cenário verde de 222 km² declarado como Área de Proteção Ambiental.

Regulamentada em 2001, essa APA trouxe à região não apenas qualidade de vida e valorização imobiliária, mas também um público interessado na preservação do corpo e da natureza. As opções incluem trilhas, um circuito de ciclismo com 26 km de extensão e até um viveiro que produz 102 espécies nativas para restauração de áreas degradadas.

Se seguir nesse ritmo de boemia e preservação, a história de Joaquim Egídio deve mesmo ter vida longa.

SE VOCÊ FOR

Como chegar
Os distritos de Joaquim Egídio e Sousas estão a, aproximadamente, 20 km de Campinas e podem ser acessados pelas rodovias Heitor Penteado e SP 81, conhecida também como Estrada das Cabras.

Informações turísticas
Em Campinas
Campinas e Região Convention & Visitors Bureau
Rua Tiradentes, 289 – conjunto 12 (Vila Itapura)
Tel: (19) 3232-5444
De seg. a sex. das 9h às 18h
www.visitecampinas.com.br

Em Sousas
Posto de Informações turísticas
Praça Dr. Cássio Menezes Raposo do Amaral, s/n (Sousas)
Tel: (19) 3258-7960
Diariamente, das 8h às 17h. A região conta também com postos instalados na rodoviária de Campinas e no Aeroporto de Viracopos

  • Fachada da Igreja São Roque e São Joaquim, uma das construções que podem ser vistas em Joaquim Egídio, destino histórico próximo a Campinas

Agência Terra Turis
Rua Rei Salomão, 295
Tel: (19) 3012-4779
www.terraturis.com.br

ONDE FICAR

Ibis Campinas
Tel: (19) 3731-2300
www.ibishotel.com

Mercure Campinas
Tel: (19) 3733-7700
www.mercure.com

Royal Palm Plaza
Tel: 0800 727 69 25
www.theroyal.com.br

Tryp Campinas
Tel: (19) 3753-8000 / 0800 703 33 99
www.solmelia.com

Vitória Hotéis
Tel: : (19) 3755-8000
www.vitoriahoteis.com.br
PASSEIOS

Fazenda das Cabras
Essa fazenda construída em taipa de pilão, cuja sede é de 1883, abre suas portas não só para eventos e hospedagem em dias de festas, mas também para visita histórica pelas áreas utilizadas para a produção de café e o museu que abriga ferramentas antigas e fotos da época. A rusticidade se completa com as trilhas existentes no interior da Mata Atlântica que rodeia a propriedade e que abriga a Serra das Cabras, declarada Área de Proteção Ambiental (APA). O local oferece também café da manhã, mediante reserva antecipada. Em uma área anexa, o visitante pode conhecer o Centro Jaguatibaia de Educação Ambiental e Restauração Florestal, um viveiro que produz 102 espécies nativas para restauração de áreas degradadas.
Rodovia SP 81, Km 14 (Joaquim Egídio)
Tel: (19) 3298-6713 / (19) 3298-6491 / (19) 7850-3717
www.fazendadascabras.com.br

Floresta Park
Localizada a 5 km do centro de Sousas, em uma área rural, essa fazenda possui uma sede de 1840 que foi restaurada em 2006 e serve como cenário para cafés da manhã e almoços preparados em fogão a lenha. Os diversos aposentos desse casarão, que de 1925 a 1930 funcionou como hotel de passagem, guardam objetos, móveis e quadros que o atual proprietário adquiriu ao longo dos anos e deu um certo ar cenográfico (e nostálgico) ao local. A fazenda está localizada em uma área de 240 mil m² e conta com mini sítio com bezerros, gansos e jabutis; passeios com cavalos ou pôneis; trilhas com até 12 km de extensão; e um circuito com tirolesa.
Tel: (19) 3252-8585 / 9242-3620
www.florestapark.com.br

Observatório do Capricórnio
O primeiro observatório municipal do Brasil, inaugurado em 1977, empolga menos pelos atrativos astronômicos do que pelo visual que se tem do alto dos 1030 metros de altitude em que se encontra, considerado o ponto mais alto de Campinas. Tombado como Sítio Astronômico pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc), o local abriga três telescópios antigos – que nem sempre podem ser utilizados-, e um pequeno museu dedicado ao assunto.
Estrada das Cabras, s/n (a 17 km de Joaquim Egídio)
tel: (19) 3298-6566
Visitas aos domingos das 17h às 21h. Os outros dias são reservados para grupos e estudantes.
Entrada paga.
observatorio.campinas.sp.gov.br

* O jornalista Eduardo Vessoni viajou a Joaquim Egídio e Sousas com o apoio do CRCVB (Campinas e Região Convention & Visitors Bureau)

Fonte: Boemia, história e boa gastronomia fazem de Joaquim Egídio bela surpresa – Guia de Viagem – UOL Viagem