G1 – Veja dicas de passeios para ‘explorar’ Campinas, a metrópole do interior – notícias em Campinas e Região

0
557

14/07/2015 07h00 – Atualizado em 14/07/2015 07h00Veja dicas de passeios para ‘explorar’ Campinas, a metrópole do interiorOpções vão desde viagem de maria-fumaça até observação de estrelas.Cidade, com 1,1 milhão de habitantes, completa 241 anos nesta terça-feira

Vista aérea da Lagoa do Taquaral, em Campinas (Foto: Luiz Granzotto / Prefeitura de Campinas)Vista aérea da Lagoa do Taquaral, em Campinas (Foto: Luiz Granzotto / Prefeitura de Campinas)

Campinas (SP) chega aos 241 anos nesta terça-feira (14). O município, que surgiu de um simples caminho para as minas de ouro, virou uma metrópole produtora de talentos nas mais diversas áreas do conhecimento.

Apesar da crescente urbanização e modernização do município, Campinas, com 1,1 milhão de habitantes, ainda reserva lugares que fazem o visitante relaxar e esquecer da correria e estresse do dia a dia.

Aproveitando o aniversário da cidade, o G1 elaborou um roteiro com oito passeios, que servem tanto para os campineiros como para os visitantes, que querem aproveitar mais os benefícios da metrópole do interior.

Registro de uma passagem de satélite feita por Defavari (Foto: Arquivo Pessoal/ Rafael Defavari)Registro de uma passagem de satélite feita no
observatório(Foto:Arquivo Pessoal/ Rafael Defavari)

Observação de estrelas
A primeira dica para quem quer explorar mais a cidade é olhar para o céu no Observatório Municipal “Jean Nicolini”. Localizado no Monte Urânia, na Serra das Cabras, no distrito de Joaquim Egídio, é o melhor lugar de Campinas e do estado de São Paulo para se observar as estrelas, por ser distante da poluição luminosa.

No local, o visitante poderá ver, através de telescópios, dependendo da época do ano e das condições meteorológicas, astros como a Lua, Saturno, entre outros.

O local funciona todos os domingos das 17h às 21h. A taxa de visitação custa R$ 4 (inteira) e R$ 2 meia-entrada. Crianças até 6 anos e idosos são isentos.

Passageiros aguardam embarque na Maria Fumaça na Estação de Anhumas, em Campinas (Foto: Roberta Steganha/ G1)Passageiros aguardam embarque na Estação de
Anhumas (Foto: Roberta Steganha/ G1).

Viagem no tempo
A segunda dica é um convite para voltar aos áureos tempos da ferrovia em um passeio de Maria Fumaça entre Campinas e Jaguariúna (SP). O trecho e a locomotiva já foram utilizados várias vezes como cenário de novelas de época como “Terra Nostra”, “Sinhá Moça” e “Cabloca”, entre outras.

A viagem, que passa por um trecho desativado da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, tem 3,5 h de duração, percorre 48 km e custa R$ 90. Há opção de um trajeto menor de 1h30, que sai por R$ 70.

As saídas acontecem na estação Anhumas, que fica na Av. Dr. Antônio Duarte da Conceição, 1501, sempre aos finais de semana. No sábado os passeios partem às 10h10 e 15h. No domingo 10h10, 14h30 e 16h30.

Campinas iniciou testes de pedalinhos em formato de caravela neste sábado (Foto: Reprodução / EPTV)Pedalinhos em formato de caravela na Lagoa do
Taquaral (Foto: Reprodução / EPTV)

Praia urbana
A terceira dica de turismo é a praia do campineiro, a Lagoa do Taquaral. É um dos lugares mais procurados da cidade, principalmente, pelos amantes de esportes.

No local, é possível caminhar pela densa área verde, praticar exercícios livres, além de visitar a Caravela Anunciação, uma embarcação inspirada na nau usada por Pedro Álvares Cabral, brincar em pedalinhos e até passear pelo parque em um antigo bonde.

A Lagoa está localizada na Av. Heitor Penteado, 1671 e funciona todos os dias das 4h45 às 22h, com entrada gratuita. Além disso, há diversas opções de comida para quem quiser fazer um lanche no entorno do parque.

Feira de Artesanato no Centro de Convivência de Campinas (SP) (Foto: Luiz Granzotto/Prefeitura de Campinas)Feira de Artesanato no Centro de Convivência (Foto:
Luiz Granzotto/Prefeitura de Campinas)

Amostra de artesanato
Já o quarto passeio da lista é uma opção ideal para o fim de semana. É a Feira Hippie de Campinas, que acontece na Praça Imprensa Fluminense, no Centro de Convivência, sempre das 9h às 14h, com entrada gratuita.

No local é possível conferir uma amostra do artesanato da cidade. Há desde quadros, bijuterias, livros, roupas e móveis antigos, entre outras coisas.

A feira também oferece para os visitantes um amplo cardápio de iguarias como pastel, cachorro-quente, sushi, yakissoba, tapioca, além de diversos tipos de doces caseiros como bolos para todos os gostos.

Campinas tem maior crescimento da frota de carros em 7 anos, diz Detran (Foto: Prefeitura de Campinas)Torre do Castelo dá uma visão ampla da cidade de
Campinas (Foto: Prefeitura de Campinas)

Vista do alto
A quinta dica do G1 é uma sugestão para ver Campinas do alto. É um convite para visitar a Torre do Castelo ou “Castelo d´água”.

O local, que tem 27 metros de altura, foi inaugurado na década de 40 para abastecer de água os bairros da região norte e acabou virando um dos símbolos da cidade.

O mirante, que fica na Praça 23 de Outubro, funciona todos os dias até as 17h. A entrada é gratuita.

De lá, o visitante tem uma vista de 360º graus da cidade, além de diversas informações sobre as regiões do município que foram pintadas nas paredes para ajudar na localização.

Catedral Metropolitana de Campinas cercada de prédios (Foto: Carlos Bassan/Divulgação Prefeitura de Campinas)Catedral Metropolitana é uma maiores construções
em taipa de pilão (Foto: Carlos Bassan/PMC)

Arte e fé
A sexta opção de passeio é a Catedral Metropolitana de Campinas. Essa dica une arte sacra e fé.

O templo é uma das maiores construções do mundo em taipa de pilão. A técnica consiste em erguer paredes de terra úmida entre duas pranchas de madeira.

A igreja começou a ser construída em 1807 e foi finalizada 1883 e atualmente, passa por reforma para retornar a cor original, que era ocre.

A catedral fica na Praça José Bonifácio, no centro da cidade e fica aberta para visitação e oração todos os dias das 6h30 até as 20h. A entrada é gratuita.

Recepção de novos alunos na Escola Preparatória de Cadetes de Campinas (EsPCEx) (Foto: Reprodução EPTV)Alunos na Escola Preparatória de Cadetes de
Campinas (EsPCEx) (Foto: Reprodução EPTV).

Exército
A sétima opção de passeio pela cidade é a Escola Preparatória de Cadetes de Campinas (EsPCEx), localizada na Avenida Papa Pio XII, no Jardim Chapadão.

O prédio rosa em estilo colonial espanhol pode ser visitado gratuitamente todos os dias no período das 9h às 17h.

Além da fachada, é possível ter acesso a algumas partes internas da escola durante o passeio.

No entanto, para a visita é necessário estar trajado com roupas discretas e não usar chinelos. Os homens não podem vestir shorts e camisetas sem mangas e as mulheres não podem estar com roupas curtas ou decotadas.

Túnel para pedrestres têm pichação e lâmpadas queimadas (Foto: Roberta Steganha/ G1)Túnel para pedrestres na região central de
Campinas (Foto: Roberta Steganha/ G1)

História e cultura
A última dica do G1 é um local que faz parte da história de Campinas, de seus melhores e piores momentos, que presenciou os áureos tempos das ferrovias e também sua decadência, que já foi alvo de guerra e acabou virando espaço de lazer.

É a Estação Cultura, antiga Estação da Fepasa, fundada em 1872 e que recebeu passageiros até 2001. Hoje virou ela virou um importante centro cultural do município.

O espaço abriga também o túnel de pedestres, uma passagem subterrânea que liga o Centro a Vila Industrial.

O espaço fica Rua Francisco Teodoro, 1050, no Centro. O horário de funcionamento segue o calendário de eventos previstos. A entrada é gratuita.

Fonte: G1 – Veja dicas de passeios para ‘explorar’ Campinas, a metrópole do interior – notícias em Campinas e Região