Nova ponte em Joaquim aguarda verba

0
625

O projeto para a construção de uma nova ponte na estrada vicinal do distrito de Joaquim Egídio, sobre o Rio Atibaia, acesso à Rodovia D. Pedro I, está pronto e a Prefeitura articula com o governo do Estado o repasse de recursos. Segundo a Administração, já foi dada a entrada no processo de licenciamento ambiental na Secretaria do Verde, mas ainda não há um prazo para início das obras. A nova ponte será mais alta que a atual para evitar enchentes e terá pista dupla.

O projeto foi concebido pela concessionária Rota das Bandeiras, que a princípio seria responsável pela construção. No entanto, no mês passado a Agência Reguladora de Transportes de São Paulo (Artesp) emitiu um parecer no qual a concessionária não tem responsabilidade pela recuperação ou reconstrução da travessia e tem que arcar somente com a manutenção do trecho.

A ponte no distrito de Joaquim Egídio foi interditada no início de junho, após fortes chuvas na região ameaçarem a estrutura. A ponte já apresentava sinais de deterioração e teve as fissuras ampliadas. Os danos foram comprovados com uma vistoria técnica que proibiu a passagem de todos os tipos de veículos. Com a interdição da ponte, que servia como uma rota alternativa para entrar e sair do distrito, o tráfego ficou limitado ao único acesso da entrada principal de Sousas. “O projeto já está pronto, quem fez foi a Rota das Bandeiras. A Prefeitura está fazendo o licenciamento ambiental, já foi dado entrada na Secretaria do Verde. Tem que ter outorga da Sabesp, não é uma obra pequena e tem todos os trâmites. Somente depois desses trâmites burocráticos necessários é que vamos ter um prazo”, disse o subprefeito de Joaquim Egídio, Marcelo Duarte.

Ele admite que a Administração municipal negocia o repasse de recursos do governo estadual para colocar a execução do projeto em prática. “A parte da execução é uma coisa política, porque tanto a Rota das Bandeiras quanto a Artesp não têm obrigação de fazer a obra. Isso está sendo conversado politicamente. Quem está tratando disso é o prefeito Jonas Donizette (PSB) e já foi conversado com o governador.”

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) também tem trabalhado na articulação com o governador Geraldo Alckmin (PSDB) para que o governo destine uma verba para a construção da nova ponte, que beneficiará milhares de moradores e frequentadores do distrito de Joaquim Egídio. “Estamos pleiteando os recursos necessários para a realização dessa importante obra. O prefeito Jonas Donizette também está ajudando nessa articulação”, afirmou. “A interdição dessa ponte não só está inviabilizando o tráfego de Sousas e Joaquim Egídio, mas também está impedindo até mesmo o acesso de ambulâncias, Corpo de Bombeiros e da polícia, porque é tudo muito complicado ali.”

Segundo o subprefeito de Joaquim Egídio, a nova ponte terá o porte necessário para comportar o fluxo de veículos no local e será mais segura que a travessia atual, que é muito antiga. “É um projeto nos padrões da Artesp. Não adianta fazer uma ponte nova e baixa, que vai ter problemas de novo. Vão passar dois carros, a pista é mão dupla, então a ponte tem que ser também.”

Ainda não há uma definição sobre o destino da ponte antiga. “Os pilares de pedra são tombados pelo Condepacc, por isso acredito que ela vai ser conservada em função disso. E podemos ver se será permitida a passagem de pedestres.”

Fonte: Nova ponte em Joaquim aguarda verba