Novo reservatório garante segurança hídrica para 30 mil pessoas na região norte de Campinas

0
291

Armazenamento de água potável beneficia os bairros Jardim Chapadão, Castelo, Guanabara e IV Centenário; equipamento é o primeiro de uma série de seis que serão inaugurados na cidade nos próximos meses

Por Prefeitura de Campinas

Reservatório João Erbolato, no Chapadão, tem capacidade para armazenar 2,5 milhões de litros de água (Foto: Gustavo Magnusson/Divulgação)

Reservatório João Erbolato, no Chapadão, tem capacidade para armazenar 2,5 milhões de litros de água (Foto: Gustavo Magnusson/Divulgação)

Uma nova série de reservatórios de água vai ampliar a segurança hídrica de Campinas nos próximos meses. O primeiro desse conjunto de seis equipamentos foi inaugurado no Jardim Chapadão. Com capacidade para armazenar 2 milhões e meio de litros de água potável, o novo reservatório vai abastecer o Jardim Chapadão, o Castelo, o Guanabara e o IV Centenário, totalizando aproximadamente 30 mil pessoas.

Antes, esses bairros eram abastecidos por apenas uma caixa de passagem de 10 mil litros. Esta obra vai garantir uma segurança hídrica de 12 horas de abastecimento caso ocorra alguma parada na captação e/ou estação de tratamento de água.

O investimento foi de R$ 2.896.322,30, sendo R$ 289.633,23 de contrapartida da Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Sanemaneto S/A) e R$ 2.606.699,07 financiados pela Caixa Econômica Federal.

O Reservatório João Erbolato foi construído em aço vitrificado parafusado, material importado da Inglaterra. A obra foi executada pelo consórcio formado pela Fluid Brasil e Tecnologia Ltda. e pela Construtora Ediza Incorporação e Comércio Ltda.

O prefeito Jonas Donizette destacou o custo-benefício do reservatório. “Ele é resistente, durável, tem baixo custo de manutenção e grande capacidade de armazenamento”, afirmou. Jonas mencionou também a importância de uma obra como esta para geração de empregos e instalação de empresas no município. “Quando uma indústria vai se instalar em uma cidade, ela vê duas questões principais, que são as demandas de energia e de água”, ponderou.

INVESTIMENTOS

O presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo, mencionou os investimentos da empresa desde 2013, de mais de R$ 400 milhões. “Nunca se investiu tanto em tão pouco tempo”, afirmou.

Nas próximas semanas serão entregues mais dois reservatórios, no Jardim São Vicente, região sul da cidade e na Vila 31 de Março, região leste.

Campinas possui hoje reserva para abastecer a cidade por seis horas em caso de escassez. Com esses três novos reservatórios, a capacidade de reservação aumentará para sete horas em toda a cidade.

Além desses, estão sendo construídos outros três reservatórios, que são os do DIC 6, Nova Europa e San Conrado, em Sousas, que ainda estão em fase de obras. Com todos esses entregues, a capacidade de reserva em Campinas aumentará para oito horas.

A Sanasa conta atualmente com 64 reservatórios de água potável espalhados pela cidade. Com mais esses seis, passará a ter um total de 70.

Fonte: Novo reservatório garante segurança hídrica para 30 mil pessoas na região norte de Campinas | Campinas Agora | G1