Assaltos aumentam 67% em distritos de Campinas e preocupam população

0
1825

O número de roubos na região dos distritos de Sousas e Joaquim Egídio, em Campinas (SP), aumentou 67,3% de janeiro a agosto deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), foram 77 registros em 2016, contra 46 nos oito meses de 2015. O crescimento deixou moradores e comerciantes preocupados com a segurança.

Entre as reivindicações, a população da região pede, além de mais policiamento nas ruas, a reativação das bases da Polícia Militar e da Guarda Municipal, que foram fechadas no distrito de Sousas. “Aqui é uma região tradicionalmente tranquila, mas agora não está sendo muito. Teve muitos casos de furtos e assaltos em casas e residências”, disse o comerciante Luiz Cancela.

A doméstica Claudelina Pereira da Silva também afirmou que deveria haver mais policiamento na região.”Tem de ter mais policias, mais segurança para a população, porque Sousas e Joaquim Egídio cresceram muito”, reclamou.

Mulher esfaqueada
Na quarta-feira (12), feriado da padroeira do Brasil, uma mulher foi esfaqueada por um assaltante na Rua Coronel Alfredo Augusto do Nascimento, no Centro de Souzas. Ela estava a caminho de uma lanchonete, quando foi surpreendida por um homem que tentou roubar sua bolsa. A vítima foi atingida por uma faca na altura do peito e está internada na Unidade de Terapia Intensiva UTI do Hospital Vera Cruz.

“Ele tentou tirar a bolsa dela, ela deve ter segurado e ele a puxou pela blusa. Quando ela percebeu que era um assalto e que ele [o assaltante] tinha algo na cintura, ela nem viu se era faca ou se era um revólver, mas ela tentou correr para a rua, tanto que ela foi esfaqueada já na rua”, contou a mãe da vítima, Teresinha de Carvalho.

Por ser feriado, o distrito estava lotado e pessoas que estavam próximas ao local filmaram o assaltante fugindo. O suspeito estava em liberdade condicional e foi preso em flagrante. Segundo a mae da mulher, o assaltante já havia atingido outras pessoas com faca.

Explicações
Apesar das reclamações nos distritos, a Polícia Militar informou, em nota oficial, que os números de crimes são pequenos, mas não comentou especificamente o fechamento da base. Em oito meses, foram feitas dez prisões na região. Além disso, também foram recuperados dez veículos e sete armas de fogo foram apreendidas no mesmo período.

Já a Guarda Municipal diz que intensificou o patrulhamento na região e que conta com uma base na Rodovia Heitor Penteado, que dá acesso aos distritos.

Moradores relatam insegurança com a criminalidade em Sousas (Foto: Reprodução EPTV)Moradores relatam insegurança com a criminalidade em Sousas (Foto: Reprodução EPTV)

 

Fonte: Assaltos aumentam 67% em distritos de Campinas e preocupam população